segunda-feira, 10 de agosto de 2009

BIOGRAFIA DE FLAVIO JOSÉ

Flávio José - Filho do dono


Flávio José - Filho do dono

Flávio José Marcelino Remígio, ou apenas Flávio José, cantor, compositor e acordeonista. Flávio José teve como suas principais influências Luiz Gonzaga e Dominguinhos, consagrou-se como um dos maiores intérpretes de forró da região nordeste do Brasil. Nascido em Monteiro - PB, na região do cariri paraibano, teve uma vida sofrida e difícil. Precoce, já aos sete anos revelou vocação para tocar acordeon. Aos 10 anos, seguindo o tino dos instrumentistas nordestinos, viu no “céu da boca o chão das estrelas do forró” e passou a cantar e a estar onde o povo estava. Sempre acompanhado da sua sanfona de 24 baixos. O forrozeiro gravou 8 LPs e 16 CDs, milhares de shows e eventos depois, tem uma carreira consolidada. Reverenciado como o “rei” do xote e do forró romântico dançante. Flávio não tem contrato com gravadoras, não faz parte da indústria cultural nem do esquema comercial do tal show business. Apesar do sucesso popular no Nordeste, ele não recebe espaço para divulgação de sua obra nas redes nacionais de rádio e televisão. Por isso, seu trabalho não aparece além do Nordeste. Ele trilha um caminho próprio, em produção independente. Seu sucesso surgiu de boca em boca, de ouvido em ouvido, de cidade em cidade. Tem dia em que ele faz show em duas, três cidades diferentes. Nesse disco, participações especiais de Dominguinhos na terceira faixa “Gente sofrida”, de Antonio Barros e Dezinho Queiroga, e de Elba Ramalho na quarta faixa “Dois rubis” de Petrúcio Amorim. Destaque para as duas faixas iniciais, “Caia por cima de mim’ de Maciel Melo e a música que empresta o nome ao álbum, “Filho do dono”, de Petrúcio Amorim. Destaque para outros dois xotes maravilhosos, para “Mensageiro beija-flor” de Nanado Alves e para “Mulher comprometida” de Antonio Barros.

FORRÓ PÉ DE SERRA
Postar um comentário