segunda-feira, 18 de outubro de 2010

OS NONATOS QUE AMOR É ESSE?


Os Nonatos

Composição: Raimundo Nonato / Nonato Costa
Eu rezo pra todas as almas
que tudo terminado esteja
eu juro por todos os santos
que a gente nunca mais se beija

Mas quando encontro com você
não lembro de alma nem santo
embarco rumo ao paraíso
na calmaria do teu riso
esqueço o temporal de prantos

Que amor é esse?
que deixa o homem cego e moco
eu ando enfeitiçado e louco
igual quem teve um overdose
Se for verdade
que contra mim há um feitiço
eu vou atrás de quem fez isso
pagar pra repetir a dose


Eu passo a noite toda em claro
pensando como lhe dizer
que o tempo é o melhor remédio
pra eu lembrar de te esquecer

De dia eu apago as palavras
na hora em que a gente se encara
meu corpo sobre o seu desala
a dose do remédio acaba
e a chaga da paixão não sara

Que amor é esse?
que deixa o homem cego e moco
eu ando enfeitiçado e louco
igual quem teve um overdose
Se for verdade
que contra mim há um feitiço
eu vou atrás de quem fez isso
pagar pra repetir a dose
Postar um comentário