segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

POESIA VOA SABIÁ

VOA SABIÁ

(Regis Fontes)

Voa sabiá do galho da laranjeira
Que a pedra da baladeira
Vem zoando pelo ar.
Voa sabiá pro galho da goiabeira
Que o galho da laranjeira faz te ameaçar.
Voa sabiá do galho da laranjeira
Senão a pedra da baladeira vai direto te encontrar.
Voa sabiá pro galho da goiabeira
Pois se ficar na laranjeira
A pedra pode te matar.
Voa sabiá pra um galho bem seguro
Pra moleque desse mundo não tentar te derrotar...
Voa sabiá pra um galho bem coberto
Pra ninguém te apedrejar. 


Obs. A primeira parte da poesia é cantada pelos os cantadores repentistas, os mesmos usam a primeira parte ou seja o refrão crinado verssos de improvisos finaliza usando a parte peimeira do poema, È muito bonito cantada. Ivânio Tenório

Fonte : Site Poesia para sempre
Postar um comentário