domingo, 24 de março de 2013

Risco de extinção do tatu-bola aumenta





O tatu-bola, escolhido como mascote da Copa de 2014 (foto), será rebaixado para a categoria “em perigo de extinção” em uma tabela internacional que aponta o risco das espécies, um nível mais crítico que o atual. A mudança de status deverá ser anunciada no início de 2013, quando o governo brasileiro atualizará a situação de espécies brasileiras na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza. De acordo com o secretário-executivo da Associação Caatinga, Rodrigo Castro, o tatu-bola está em perigo e, se nada for feito de imediato em termos de preservação, a espécie poderá ser extinta em até 50 anos.


Fonte: gazetadopovo .com
Postar um comentário