sábado, 23 de novembro de 2013

Luiz Wilson



Capa do novo cd  já a venda nas melhores lojas do ramo 

Dados Artísticos  

Iniciou a carreira artística em meados dos anos 1980. Em 1986, gravou seu primeiro disco, um compacto duplo com as músicas "Sônia", "O encontro", "O ex-presidiário", e "Um cara fracassado", de sua autoria. Dois anos depois, lançou novo compacto duplo, intitulado "Parente acomodado", que trazia ainda as músicas "O grilo da prima", "Elas (o palito na mão)", e "Samba do otimista", de sua autoria. Em 1990, lançou "Sinal vermelho", seu primeiro LP, que contou com arranjos de Oswaldinho do Acordeom. Nesse disco, interpretou as músicas "Sinal vermelho", "Onde anda você", "Vem me aquecer", "Vou visitar Belém do Pará", "Samba do otimista", "Dê Lembrança à D. França", "Metade de amor", "Doidinho por você", "Não vivo sem você", "A vida no campo", "Parente Acomodado", e "Pedaço de nós". Em 1994, percorreu diversas cidades nordestinas com o show "O show de Nossa Gente", que teve produção de Passos Camargos. A partir de 1996, passou a dedicar-se à divulgação do forró e, no mesmo ano, lançou o CD "Em defesa do Nordeste", com arranjos de D'Carlo e César do Acordeon. Nesse disco, interpretou as composições "Em defesa do Nordeste", "Aconteceu o amor", "Preciso de você", "Belém São Luiz", "Tem parelha não", "Pássaro sem ninho", "Maravilhas do Nordeste", "Viva a vida", "Coração de pedra-sabão", "De inverno à outono", "Que amor", "Saudade", "Doidinho por você", "A vida no campo", e "Não vivo sem você". Em 1999, lançou novo CD, "Direitos Iguais", pela gravadora Chororó, de São Paulo. O disco contou com a participação especial da cantora e compositora Anastácia, na faixa "Em defesa do forró". Do mesmo disco, fazem parte as faixas "Retrato falado", "Direitos iguais", "Fama de machão", de Durval Brito, "Cabo de vassoura", "A sua procura", "O velho agricultor", "O mar convidou", "O meu regresso", "Parente acomodado", "Coisas do Nordeste", "Vem forrozear", "Te esperando em vão" e "Lamento de saudade". Seu sexto disco foi o CD "As melhores de Luiz Wilson", que foi relançado pela gravadora e distribuidora Escalamares de Caruaru, Pernambuco, depois de ter sido regravado e remasterizado em São Paulo com produção do maestro Rogério Gauchiolli. Entre os diversos locais em que já se apresentou estão o Teatro Martins Penna e o Centro de Tradições Nordestinas, a Radio Atual, o Centro de Lazer Patativa - Santo Amaro, e a Feira da Vila Madalena - Pinheiros, todas em São Paulo. Fez apresentações no "Programa Raul Gil", na TV Record, em São Paulo, no "Petrucio Melo- Sem Fronteiras", na Rede Vida, em São Paulo, no Programa Célia & Celma, no Canal Rural, também de São Paulo, no "Forró, Verso e Viola", da TV PE, de Caruaru, Pernambuco, no "Viola Minha Viola", apresentado por Inesita Barroso na TV Cultura de São Paulo, e no programa "São Paulo Capital Nordeste" apresentado pelo radialista Assis Ângelo na Rádio Capital em São Paulo, entre outros. Ficou conhecido como "O fenômeno do forró".


biografia

Cantor. Compositor. Poeta. Trabalhou como gerente de vendas. Em suas apresentações, costuma cantar paródias. Já atuou como locutor em programas de rádio.
  
 Fonte: www.dicionariompb.com.br



Atualmente tem programa na Rádio Imprensa São Paulo 102,5
Programa Pintando o sete todos os domingos das 08:00 as 12:00
Sendo que das 8:30 as 10:00 apresenta o programa Violas e Repentistas, com grandes cantadores do Nordeste.
Depois continua até o meio dia com o programa pintando o sete, o maior sucesso do rádio

Ivânio Tenório




Postar um comentário