domingo, 28 de dezembro de 2014

Três maneiras inteligentes de se livrar das multas dos radares





A maioria de nós motoristas, já ficou indignado ao receber em casa uma multa por excesso de velocidade e que na maioria das vezes além de se referir a apenas alguns quilômetros a mais é produto de distração e não de imprudência. É difícil manter uma velocidade constante em nossos veículos, é necessário atenção apenas ao velocímetro e não ao trânsito que deve ser a prioridade por motivos de segurança.
Nossa indignação aumenta ainda mais ao percebemos que o poder público utiliza a legislação de trânsito apenas como máquina arrecadadora e não como instrumento de orientação e de educação. Se isso não fosse verdade os radares seriam colocados apenas em lugares de alta incidência de acidentes e não de alta incidência de infrações.
Pergunto qual foi a última vez que você viu uma campanha de trânsito em sua cidade? Qual foi a última vez que você viu uma orientação sobre segurança no trânsito?
Aqui no Litoral Norte o quadro ainda é mais preocupante quando observamos o que acontece com os ciclistas. Em que pese haver previsão legal de trânsito sobre a condução destes veículos, todos os dias testemunhamos os absurdos praticados por estes condutores e provando que os responsáveis apenas se preocupam com o faturamento, pois nada fazem, simplesmente ignoram. Não podem multar os ciclistas.
Neste quadro de impotência e de revolta só nos resta procurarmos na tecnologia os meios para deixarmos de ser patrocinadores da incompetência da máquina pública. Deixo aqui a sugestão de três maneiras de nos livrarmos da incompetência do estado:
1 - Limitador de velocidade
Talvez o mais barato e mais prático equipamento que pode ser instalado em seu veículo.
Trata-se de um equipamento eletrônico, programado por controle remoto e que pode ser operado de duas maneiras. Como alerta ou como bloqueador de ignição do veículo.
No modo alerta, toda vez que você ultrapassar a velocidade programada, um alerta é emitido e você precisa apenas diminuir a velocidade.
No modo bloqueio por exemplo, seu filho vai com seu carro até São José dos Campos. Você programa a velocidade máxima da rodovia dos Tamoios, 80 Km/hora e toda vez que o veículo ultrapassar esta velocidade a ignição do motor é interrompida retornando assim que o veículo diminuir sua velocidade.
No Mercado Livre o equipamento custa aproximadamente R$130,00 e é de fácil instalação. Pode ser adaptado também em outros veículos ou motocicletas.
Obs: Levando-se em conta a margem de erro do velocímetro e a tolerância na aferição dos radares, a velocidade máxima pode ser ajustada 10% acima da velocidade máxima permitida. Por exemplo Velocidade máxima 80 Km/h velocidade a ser ajustada como limite 88 Km/h.
2 - GPS
O hábito da utilização do GPS pode ser outra forma inteligente de se evitar os radares. A maioria dos programas permite o alerta de aproximação de radares e ainda admite que o condutor inclua no programa os novos radares instalados que venha a observar. Basta apenas criar o hábito de ligar o GPS toda vez que ligar o veículo.
No caso do GPS, sempre que você se aproxima de um radar um alerta é emitido e caso você esteja acima da velocidade máxima permitida, o alerta aumenta sua intermitência alertando-o para o fato.
Para os motorista que querem mais conforto os kits multimídia, hoje comuns em veículos de luxo, que incorporam rádio, TV, cd, DVD, Bluetooth e GPS permitem que o GPS seja ligado automaticamente tão logo o veículo seja ligado, facilitando em muito a vida do condutor.
No Mercado Livre um GPS simples tem seu preço a partir de R$150,00 e um kit multimídia a partir de R$550,00.
3 - Waze
O Waze é um dos maiores aplicativos de trânsito e navegação do mundo baseado em uma comunidade e pode ser utilizado a partir de seu smartphone. Transforma-o em um GPS coletivo e além das inúmeras opções coletivas oferecidas alerta da aproximação de radares.
Inúmeras informações como acidentes e situação do trânsito podem ser compartilhadas com os usuários, até mesmo o preço dos combustíveis ou a localização de policiais. Trata-se de um aplicativo gratuito e de grande sucesso nos grandes centros. No Waze os usuários podem informar a instalação de novos radares ou de radares móveis, compartilhando esta informação com todos os usuários do sistema. A única desvantagem é o baixo volume dos smartphones, fator que pode ser compensado com o uso de fones ou com a tecnologia Bluetooth onde o som do celular e feito via auto-rádio.
Para terminar gostaria de dizer que meu objetivo ao divulgar estas informações não é o de estimular o excesso de velocidade e sim ajudar os motoristas para que não sejam vítimas dos maus gestores públicos de trânsito, que prostituem sua função ao transformar a legislação de trânsito em ferramentas de faturamento público. Para reforçar a minha tese digo com convicção que se o objetivo fosse educar o administrador de trânsito daria preferência às lombadas eletrônicas e não aos radares escondidos e camuflados na cor preta.
* Limitadores de velocidade para veículos é assunto recorrente
Veja matéira na págima três!
Coluna De Cara Limpa
por Cesar Jumana

FONTE: NoroesteNews

Postar um comentário