domingo, 8 de abril de 2012

Campus no Recife será definida em reunião na próxima semana



A Campus Party 2012 em São Paulo reuniu mais de 7 mil pessoas no pavilhão do Anhembi Parque
Foto: AFP


Rafael Maia

A realização de uma edição da Campus Party - o maior evento geek do planeta - no Recife, em Pernambuco, está a uma reunião de se tornar realidade. Segundo o secretário da Casa Civil do Estado, Tadeu Alencar, em entrevista ao Terra, um encontro entre os representantes do governo de Pernambuco, do Recife e a Futura Networks - organizadora e realizadora da Campus - acontecerá na próxima semana. "Nós temos o sentimento e o desejo de que tudo se concretize", disse. O encontro deverá definir detalhes que devem marcar a realização para julho deste ano.
As negociações para a Campus Party Recife - a primeira em território brasileiro fora de São Paulo, que recebe o evento há cinco edições - começaram no final de 2011. "Membros do CGI (Comitê Gestor da Internet) de Pernambuco conversaram com Mario Teza diretor da Campus Party Brasil, que mostrou o interesse em realizar o evento em Recife", disse, salietando a vocação para a tecnologia da capital e o provável local, o Centro de Convenções de Pernambuco, que fica na fronteira da cidade com Olinda.
Recife é a cidade em que se situa o Porto Digital, o maior polo tecnológico do Brasil reconhecido pela empresa de consultoria A.T. Kearney. Além disso, a cidade abriga o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R.), um instituto de pesquisas e incubadora de novos empreendimentos nascido na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A cidade conta ainda, segundo o secretário, com uma forte política de inclusão digital e de distribuição de tablets em colégios do município.
De acordo com Alencar, que reforçou que o momento ainda é de tratativas, ainda falta discutir pragmaticamente as condições de local, transporte, investimento e a dimensão do evento no que se refere ao número de participantes e ao espaço físico. Tudo o que se sabe até o momento é que a Campus Recife deverá ser menor que a edição de São Paulo, que, em 2012, abrigou mais de 7 mil campuseiros no Anhembi Parque.
O modelo seguido, ainda assim, seria o paulista. Para isso, representantes da Telefônica|Vivo, Paco Ragageles, cofundador do evento, e o secretário estiveram presentes em São Paulo, neste ano, para o reconhecimento do local e da forma como a Campus se divide internamente. "Andei pelo acampamento e, além do que já conhecíamos de leitura, ratificamos a impressão que já tínhamos e a certeza de que o nosso governo tem todo o interesse no evento", falou.
Questionado sobre o tempo para a realização - que deve acontecer em julho de 2012 - Alencar se mostrou tranquilo e não acredita que haja problema, uma vez que a Futura tem uma estrutura organizacional pronta e a logística necessária para a montagem do pavilhão no Recife. "Não vejo nenhum problema que possa dificultar a vinda (da Campus) para cá. Queremos um evento de qualidade com tanto êxito como em qualquer outro lugar do mundo", declarou.
Reafirmando a tecnologia como um importante instrumento pedagógico e de inclusão social, Alencar deixou claro que, do que depender do governo, Recife entrará definitivamente no eixo das cidades do mundo que recebem a Campus Party. Como a Futura também expressa o desejo de levar o maior evento nerd do planeta para o Nordeste, a formalização da Campus Recife deve acontecer nos próximos dias. De sua parte, a organização da Campus limitou-se a dizer que "gostaríamos muito de ter uma Campus em Pernambuco e estamos trabalhando para isso, mas não temos nada fechado ainda".
Fonte Portal Terra.

Postar um comentário