segunda-feira, 2 de novembro de 2009

PAULO NASCIMENTO DE IGUATÚ SONETO DOR E SAUDADE

Dor de saudade
Autor: Paulo Nascimento de iguatu

Quase em coma num leito hospitalar
Por sentir uma dor rasgando o peito
Quando um médico falou: não vai ter jeito
Se o problema for cardiovascular

Por enquanto é possível minorar
Se um calmante qualquer fizer efeito
Em seguida um exame será feito
Para a causa da dor detectar

Despertei e declarei: fim do vexame
E eu não vou me prestar a esse exame
Que não há, a menor necessidade

Se a distancia me causa tanto tédio
A pessoa que amo é o remédio
E essa dor que me aflige é de saudade.
Postar um comentário