segunda-feira, 2 de novembro de 2009

PAULO NASCIMENTO DE IGUATÚ SONETO DESPERTANDO A MULHER

Despertando a mulher
Autor: Paulo Nascimento de iguatu

Mulher deve ser sempre como a lua
Chamativa, bonita e deslumbrante
Se ousar parecer extravagante
Pode até se quiser, desfilar nua

Isso desde que não se prostitua
Nem culmine com coisa semelhante
Que manchar o caráter, é frustrante
E toda nódoa no qual se perpetua

E elegendo o prazer de ser volúvel
Já contrai uma marca indissolúvel
Que em seguida, o poder da honra cassa

Sem contar, que ao ficar prostituída
Fica igual a piada conhecida,
Pode ser a melhor, mas perde a graça.
Postar um comentário