terça-feira, 24 de setembro de 2013

BIOGRAFIA DO VÉIO ABIDORAL


Servulo Antonio da Silva Ferreira nasceu na cidade de Escada no dia 21 de fevereiro de 1983, filho do Contabilista Antonio Bonifacio Ferreira e da Sra. Josefa Maria da Silva Ferreira, caçula entre os 6 (seis) filhos do casal sendo 4 (quatro) homens e duas mulheres, com uma infância bem vivida nos meios nordestino, foi menino traquino e cresceu ouvindo sempre os mais velho a exemplo do tio da sua mãe ‘’ Tio justo’’ na adolescência fez tudo que um jovem da sua idade poderia fazer, banho de rio, bola de gude, futebol, soltou pipa, muito banho de bica onde lembra do Engenho Noruega embaixo de um frondoso pé de cajá no meio de uma plantação de bananas e cana de açúcar pertencente ao amigo do seu pai o Sr Frutuoso.
Sempre com a família viajava para Caruaru precisamente para o sitio cachoeira de Tabocas no agreste do estado, La vivenciou os costumes e as paisagem com seus contrastes, sentiu na pele e percebeu que era herdeiro dos costumes e da linguagem do povo sertanejo.
Em 1993 vieram morar na praia de Enseada dos Corais na cidade do Cabo de Santo Agostinho, estudou nas escolas, Luiza Guerra, Desembargador João Paes concluindo seus estudos na escala estadual Madre Iva onde fez sua primeira apresentação em publico com a peça ‘’ ‘’Consciências Diferente’’ escrita por ele.
Aos 16 anos foi convidado pelo colega Bruno Varejão para fazer um teste na radio Litoral FM da praia Enseada dos Corais no Cabo de Santo Agostinho, o próprio Bruno levou a fita K7 para o diretor da radio onde passou 15 (quinze) dias para o mesmo ouvir, na fita havia um modelo de uma radio novela, com diversas vozes todas feita pelo Servulo Ferreira, quando ouviu o diretor mandou chamar e no dia 26 de novembro de 1999 começou participando com o Jean que fazia a personagem ‘’Coroné Jota’’ e com uma semana depois começava fazendo sozinho sem nenhuma experiência, como não tinha nome ficou o forro do veio, logo forro do veio da litoral, e o povo fixou na mente essa expressão ‘’ oia veio alitoral’’, daí surgiu o veio Abidoral nome mais comum.
Depois da radio litoral foi para Mauriti FM, Nova FM, Ponte FM, Calheta FM e hoje Cabo FM todas pertencentes à cidade do Cabo de Santo Agostinho, em cada uma delas fez grandes amigos e aprendeu muito com eles.
‘’ no começo da minha carreira trabalhei sem ganhar nada, mas não desisti do sonho que nem eu sabia qual era’’ Hoje o véio Abidoral é personagem cativo e presente nos festejos juninos da cidade do Cabo e cidades vizinhas.


Fonte: pagina do Véio Abidoral no google mais
Postar um comentário